Montar SquadSolicitar Orçamento

Blog

Nossas últimas novidades
Tempo de Leitura
4
min

Falha em aplicativo deixa 120 milhões de usuários expostos na web

Aplicativo de monitoramento de câmeras de segurança Adorcam apresentou falhas de segurança e expôs dados de usuários; saiba mais.
February 18, 2021

Visão geral

* Disponível para Android e iOS, o aplicativo Adorcam deixou milhões de informações sem proteção e expôs usuários de câmeras de segurança nos Estados Unidos.

* Após notar a exposição dos dados, um pesquisador norte-americano relatou o vazamento para a empresa que conseguiu criptografar os dados novamente.

* Recentemente, dados de 220 milhões de brasileiros também foram expostos na internet e, inclusive, vendidos por criptomoedas na deep web.

-

Uma falha em um aplicativo de monitoramento de câmeras de segurança deixou mais de 120 milhões de usuários com dados expostos na internet nos Estados Unidos.

De acordo com informações do Rainbowtabl.es, o aplicativo Adorcam apresentou vulnerabilidades durante todo o mês de janeiro, tanto em dispositivos iOS quanto em aparelhos Android.

Segundo o site, as informações foram encontradas após o pesquisador Justin Paine verificar a exposição de um banco de dados Elastic Search.

Fornecendo conexão P2P, os dados vazados incluíam endereços de e-mail, senhas dos usuários, nomes de redes Wi-Fi e imagens capturadas pelas câmeras de segurança, totalizando dados de cerca de 124 milhões de usuários em um arquivo de aproximadamente 50 GB.

Com mais de 10 mil downloads, o Adorcam é um app famoso e bastante utilizado por quem possui câmeras de segurança de marcas como Zeeporte e Umino.

Após a exposição dos dados, o pesquisador entrou em contato com a equipe de desenvolvimento que conseguiu proteger o banco da aplicação.

O caso da Adorcam é apenas mais um dentre vários casos onde dados de usuários foram expostos indevidamente na web.

Quer saber como funciona o processo de desenvolvimento de software? Acesse e saiba mais.

Aplicativo que funciona como uma central de monitoramento de câmeras de segurança apresentou falhas na segurança de dados dos usuários.

Recentemente, aqui no Brasil, dados de 220 milhões de pessoas também foram expostos e colocou o setor de segurança da informação em alerta.

Rumores apontam que dados como CPF, escore de crédito, salário, números de telefone, entre outros, teriam origem da empresa de crédito Serasa Experian.

Uma outra hipótese levantada pelos especialistas em segurança digital é de que esses dados teriam sido divulgados na deep web após uma construção minuciosa, cruzando informações de diferentes origens.

Apesar da empresa negar que os vazamentos tenham relação com o banco de dados do Serasa, a exposição notada pela PSafe coloca em risco a integridade e a privacidade de toda a população brasileira.

Com os dados sem a proteção devida e necessária, fica fácil para hackers coletarem essas informações e praticarem atos de phishing e extorsão a esses usuários.

Inclusive, após o maior vazamento de dados ocorrido no Brasil, diversas autoridades do país tiveram seus dados vendidos em troca de criptomoedas como o Bitcoin, visto que são irrastreáveis e de fácil transferência entre usuários.

A chegada da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) promete sanções duras à quem disponibilizar um sistema falho

Com a chegada da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), o usuário pode ficar mais tranquilo quanto à proteção de seus dados pessoais na web.

O texto da lei prevê que qualquer empresa que armazenar dados - mesmo sendo os mais simples como endereços de e-mail - deve garantir a integridade dos mesmos.

Caso haja vazamentos, a legislação brasileira fixa uma multa de até 2% do faturamento, tendo um teto de até R$ 50 milhões.

Por conta disso, o investimento em segurança cibernética deve aumentar nos próximos meses, visto que a criptografia desses dados é a melhor maneira de proteger os clientes de determinado aplicativo.

Por isso, ter um aplicativo seguro é fundamental para a confiabilidade do seu serviço

Uma das principais maneiras de proteger o seu negócio e os dados dos seus clientes é ter foco no desenvolvimento de um sistema ou aplicativo seguro.

Por isso, é importante contar com empresas especializadas no assunto, visto que sempre utilizarão as principais técnicas de segurança, de modo a trazer confiabilidade e suporte constante em casos onde possam haver falhas no sistema.

Aqui na X-Apps, já desenvolvemos sistemas para bancos, fintech’s, sites de varejo e muitas outras empresas que tinham como foco a integridade dos dados de seus usuários.

Além disso, nunca sofremos ataques cibernéticos e nenhum sistema que desenvolvemos apresentou falhas que comprometessem a confiabilidade do sistema.

O que acha de desenvolver um aplicativo seguro com a gente? 

Converse agora mesmo com um especialista da X-Apps para tirar todas as suas dúvidas ou até mesmo para solicitar um orçamento.

Saiba mais:

- Investimentos em TI devem aumentar 6,2% em 2021, diz Gartner

- Marco Legal das Startups é aprovado pela câmara e promete aquecer mercado de TI

- Navegador Exclusivo Bradesco: como a parceria com a X-Apps gerou mais de 1 MILHÃO e 200 mil acessos

    Compartilhar

Inscreva-se em nossa newsletter

Posts semelhantes

Tempo de Leitura
6
min
Google investe em segurança de dados e indica tendência

Acelere a sua empresa com a X-Apps

Alocar profissionaisSolicitar Orçamento
A X-Apps é um provedor de TI parceiro e aconselhada pelo
Receba nossos e-mails
Siga nossas redes sociais
O seu time de TI. Desenvolvimento de software sob demanda e alocação de profissionais.
Vamos conversar?
comercial@x-apps.com.br11 5083-0122

Rua Rodrigo Vieira, 126

Jardim Vila Mariana. São Paulo, SP.

CEP: 04115-060

Mapa do site
Termos de serviçoTermos de privacidade
Available in English