Montar SquadSolicitar Orçamento

Blog

Nossas últimas novidades
Tempo de Leitura
9
min

O futuro da computação em nuvem e sua evolução em 2020

Serviços de computação em nuvem tiveram aumento expressivo de uso no último ano; saiba mais sobre os tipos de computação em nuvem e também quais os benefícios de se utilizar na sua empresa
January 14, 2021

Visão geral:

* Com a adoção ao regime de trabalho home office, o uso da computação em nuvem cresceu exponencialmente, desenvolvendo ainda mais a tecnologia em todo o mundo.

* De acordo com um estudo do Gartner, até 2025, 85% das empresas de todo o mundo utilizarão serviços em nuvem, aquecendo ainda mais a economia.

* Mas, você sabe o que podemos definir como computação em nuvem, quais os tipos de negócio e também quais os benefícios do uso dessa tecnologia?

-

Em razão do constante índice de crescimento nos últimos anos é fácil notar que já estamos vivendo o futuro da computação em nuvem.

Mas, como será daqui pra frente?

Principalmente por conta do isolamento social e da adoção ao regime de trabalho home office, nunca foi tão fácil utilizar serviços voltados à produtividade, sistemas de gestão de equipes e também desenvolver novas tecnologias, tudo através de serviços web.

É disso que se trata a computação em nuvem - ou Cloud Computing, em inglês.

Já tradicional em nosso dia a dia, a computação em nuvem é baseada no fornecimento de serviços de tecnologia, seja servidores, bancos de dados, softwares, aplicativos e armazenamento, pela Internet, tanto para usuários quanto para novas empresas.

Dessa forma, é possível que gigantes do setor - como a Microsoft e a Amazon - possam oferecer inovações de forma rápida e ágil, recursos mais flexíveis e economias de escala para startups.

Um recente estudo divulgado pelo Gartner aponta ainda quais são as principais tendências para os próximos anos e qual seria o futuro da computação em nuvem para as empresas.

Por conta disso, neste artigo, abordaremos os principais conceitos de nuvem na internet e como os especialistas analisam esse cenário.

Porém, antes de apresentar esses insights, é importante trazer os principais aspectos do Cloud Computing.

Fique com a gente e confira os principais detalhes a seguir.

Primeiramente, quais são os tipos de computação em nuvem?

Antes de tudo, é importante você saber que existem três tipos de computação em nuvem: pública, privada e híbrida.

Para cada um desses tipos de serviços oferecidos pelas empresas existem características próprias, além de vantagens e desvantagens.

Por conta dessas diferenças, é importante analisar qual faz mais sentido para seu negócio, de modo que seus serviços sejam bem atendidos.

Saiba mais detalhes sobre cada uma delas abaixo.

1. Nuvem pública

As nuvens públicas se tornaram, com o passar dos anos, a maneira mais comum de implementação da computação em nuvem nas empresas.

Esse tipo de tecnologia consegue oferecer recursos como armazenamento, banco de dados e servidores, de maneira terceirizada, sendo gerenciadas pelos próprios provedores.

Diferente do que acontece em nuvens privadas, aqui diversas empresas podem ter acesso a um mesmo serviço.

Esse acesso é todo feito via web e sua empresa pode acessar os recursos por meio da criação de uma conta específica, isso após assinatura do contrato junto à empresa fornecedora.

Dentre as vantagens desse tipo de tecnologia estão a redução de custos, a alta confiabilidade em relação à segurança de dados e também a não necessidade da contratante de realizar manutenções, já que os próprios provedores tomam conta desse processo.

2. Nuvem privada

Já a nuvem privada tem um processo diferente do modelo anterior.

Esse tipo de serviço ofertado pelas empresas tem como objetivo disponibilizar computação em nuvem de maneira exclusiva à sua empresa.

Dessa forma, diferente de todos os processos serem feitos via web, uma parte das empresas optam por construírem datacenters específicos em sua sede.

Com isso, todos os recursos mantidos em nuvem são dedicados unicamente à sua organização, sendo mais fácil a personalização de recursos e de modo a atender aos requisitos de tecnologia de maneira mais específica.

No Brasil e no mundo, a nuvem privada é usada com frequência por órgãos governamentais e instituições financeiras, por exemplo.

Assim como a pública, a nuvem privada também apresenta alguns pontos positivos.

Como dito anteriormente, a primeira delas é a flexibilidade de personalização de recursos para o que você realmente precisa.

Além disso, você consegue ter um controle maior sobre seus dados, visto que somente sua empresa possui acesso ao serviço. Em contrapartida, é um serviço muito mais caro de ser contratado.

3. Nuvem híbrida

De modo a tentar extrair o melhor dos dois modelos de computação em nuvem, diversas empresas optam pelo modelo de nuvem híbrida. 

Sendo assim, sua empresa pode possuir uma infraestrutura local, e garante que os dados e aplicações possam ser transferidos para uma nuvem pública a todo momento, se movendo entre os ambientes.

Esse tipo de negócio é bastante utilizadopelas empresas para atender exigências comerciais, como privacidade de dados e outros requisitos regulatórios, principalmente governamentais.

Por se tratar de uma união entre os dois modelos citados anteriormente, dentre as principais vantagens da computação em nuvem híbrida estão o melhor custo-benefício e a alta flexibilidade, já que você pode usufruir dos dois modelos sempre que houver necessidade.

Quais os benefícios do Cloud Computing?

Em razão dessa tendência de que o futuro da computação em nuvem seja positivo e também utilizado com frequência em grande parte das empresas, é importante tentar justificar o porquê dessa projeção.

Para que isso seja possível, precisaremos abordar quais são os principais benefícios de se utilizar a computação em nuvem, independente de qual seja o real tamanho da sua empresa.

O principal ponto positivo de se contratar um serviço em nuvem é a redução de custos. 

A computação em nuvem elimina o gasto da sua empresa com a compra de hardware e softwares, além da responsabilidade de configuração e execução de datacenters locais, como servidores.

Dessa forma, é possível eliminar também os gastos constantes de eletricidade para energia e refrigeração, além de não precisar demandar profissionais de tecnologia para gerenciar toda essa estrutura, aumentando os gastos gerais do seu negócio.

Outro benefício interessante de se utilizar computação em nuvem é em relação à agilidade de entrega dos serviços.

Por se tratar de recursos disponibilizados via web, não há a necessidade de um tempo maior de execução, organização e desenvolvimento para que sua empresa tenha acesso aos serviços.

Essa característica é importante para aumentar a produtividade do seu negócio, já que não é preciso demandar tempo para implementação de toda essa estrutura de tecnologia.

Além disso, o desenvolvimento de uma rede segura para transmissão de dados é um dos pontos de atenção dos provedores desse tipo de tecnologia. 

Por conta disso, é possível oferecer um conjunto amplo de tecnologias que fortalecem a segurança, ajudando na proteção dos dados e dos aplicativos contra possíveis ameaças. 

Vale lembrar também que, ainda no quesito segurança, a computação em nuvem reduz os custos de backup e recuperação de incidentes, visto que os dados podem estar em diferentes servidores ao mesmo tempo.

Aplicações da computação em nuvem

Apesar de ser um tema ainda não muito popularizado, a computação em nuvem está presente diariamente na vida de cada um.

Em nosso dia a dia, utilizamos servidores de e-mail, sites para edição de planilhas e documentos, armazenamento de arquivos como fotos e até mesmo para acompanhar filmes e séries.

Tudo isso é computação em nuvem.

A partir do momento em que não precisamos instalar nada em nossos dispositivos e passamos a utilizar serviços ligados à internet, estamos fazendo uso dessa tecnologia.

Por meio desses servidores, diversas empresas conseguem fornecer softwares sob medida e desenvolvimento de aplicativos móveis e APIs, além da possibilidade de realizar testes e reduzir esse tempo de desenvolvimento.

A computação em nuvem oferece também a possibilidade de criar uma rede de segurança de dados via backup em grande escala, de modo que você não perca recursos fundamentais da sua empresa no caso de ataques maliciosos acontecerem.

No geral, a computação em nuvem é um grande centralizador de dados, fornecendo para as empresas uma grande quantidade de ferramentas que possibilitam a análise de dados do seu negócio.

Além de oferecer recursos fundamentais para medir e aumentar a produtividade do seu time, principalmente em ambientes mais corporativos. 

Aliás, um dos pontos interessantes da computação em nuvem é a sua imensa variedade e pluralidade de serviços e opções aos usuários, partindo de soluções para o varejo e e-commerce, passando pelo desenvolvimento de servidores seguros em jogos e chegando até mesmo ao desenvolvimento da inteligência artificial e do machine learning.

Tipos de serviços 

Dentro de cada tipo de computação em nuvem citada anteriormente existem determinados tipos de serviços, voltados para diferentes empresas. 

Atualmente, três deles se destacam: SaaS (software como serviço), PaaS (plataforma como serviço) e IaaS (infraestrutura como serviço).

1. SaaS - software como serviço

Talvez a mais conhecida no mundo da tecnologia - e também a mais utilizada pelas empresas -, o modelo SaaS se caracteriza pelo fornecimento de aplicativos e software sob demanda para empresas interessadas.

Com isso, sua empresa pode ter acesso aos recursos em nuvem por meio de uma assinatura, sem precisar se preocupar com manutenções, atualizações de software e correções de segurança, visto que toda essa parte é gerenciada pela própria empresa fornecedora.

2. PaaS - plataforma como serviço

Outro tipo de serviço oferecido é o PaaS. Diferente do modelo de negócio anterior, aqui não são softwares e aplicativos sob demanda que são oferecidos para as empresas, mas sim, uma plataforma voltada para o desenvolvimento de novas tecnologias.

O PaaS foi desenvolvido para auxiliar desenvolvedores na criação de aplicativos móveis ou web de forma mais rápida e natural, sem precisar se preocupar com a configuração ou o gerenciamento de infraestrutura de servidores, armazenamento, ou bancos de dados necessários para desenvolvimento.

3. IaaS - infraestrutura como serviço

Por último, mas também fundamental para o desenvolvimento da tecnologia, estão os serviços IaaS. Esse tipo de computação em nuvem é baseada na entrega de soluções voltadas à infraestrutura de tecnologia para as empresas.

Com isso, é possível fazer a contratação de servidores e máquinas virtuais, armazenamento (VMs), redes e sistemas operacionais.

Afinal, qual o futuro da computação em nuvem?

Como já abordado anteriormente, diversos fatores possibilitaram o crescimento e desenvolvimento da computação em nuvem, além, é claro, da consolidação deste setor da tecnologia em nosso dia a dia.

Mas, então, o que esperar desse tipo de serviço para os próximos anos? Qual o futuro da computação em nuvem?

De acordo com um detalhado estudo realizado pelos especialistas do Gartner, a inovação tecnológica e o desenvolvimento de aplicativos nativos, híbridos e PWAs nunca mais devem seguir os modelos convencionais e devem seguir o conceito de Cloud First.

A pesquisa aponta que, até 2025, 85% das empresas de todo o mundo terão o princípio da nuvem em primeiro lugar.

Aliás, uma previsão realizada pelo Statista projeta que os investimentos em computação em nuvem irão ultrapassar US$ 350 bilhões até 2022.

Esse grande investimento na área deve fazer com que os serviços em nuvem oferecidos por empresas como Google, Amazon e Microsoft sejam ainda mais completos e não segmentados.

Ou seja, é muito provável que tenhamos, nos próximos anos, stacks completos e ofertas ainda mais atraentes, ao invés de oferecer componentes específicos como bancos de dados, servidores e etc.

Dessa forma, espera-se um grande desenvolvimento econômico de diversos setores, já que a computação em nuvem deve atender a todo tipo de negócio de forma ágil, aumentando a produtividade e os resultados das empresas - e aumentando a concorrência.

Por conta dessa previsão, é importante que as empresas que utilizam estas soluções já iniciem o período de evolução e desenvolvimento interno, de modo a se adaptar a essas mudanças e acompanhar a tecnologia, vencendo, assim, essa concorrência.

Todo esse desenvolvimento também só será possível graças à chegada - e consolidação - da tecnologia 5G em diferentes países.

A tecnologia vai oferecer uma alta taxa de transferência de dados e pode garantir diversas mudanças na forma como conhecemos o conceito de nuvem na internet.

    Compartilhar

Inscreva-se em nossa newsletter

Posts semelhantes

Tempo de Leitura
1
min
O que aprendemos no Insurance Day?

Acelere a sua empresa com a X-Apps

Alocar profissionaisSolicitar Orçamento
A X-Apps é um provedor de TI parceiro e aconselhada pelo
Receba nossos e-mails
Siga nossas redes sociais
O seu time de TI. Desenvolvimento de software sob demanda e alocação de profissionais.
Vamos conversar?
comercial@x-apps.com.br11 5083-0122

Rua Rodrigo Vieira, 126

Jardim Vila Mariana. São Paulo, SP.

CEP: 04115-060

Mapa do site
Termos de serviçoTermos de privacidade
Available in English